sábado, 21 de abril de 2012

domingo, 15 de abril de 2012

Gestão de Negócios


GESTÃO DE NEGÓCIOS

·      GESTÃO
o  Embora não seja possível encontrar uma definição universalmente aceita para o conceito de gestão e, por outro lado, apesar deste ter evoluído muito ao longo do último século, existe algum consenso relativamente a que este deva incluir obrigatoriamente um conjunto de tarefas que procuram garantir a utilização eficaz de todos os recursos disponibilizados pela organização, a fim de serem atingidos os objetivos pré-determinados.
o  Por outras palavras, cabe à gestão a otimização do funcionamento das organizações através da tomada de decisões racionais e fundamentadas na coleta, tratamento de dados e seleção de informações relevantes, contribuindo para o desenvolvimento e para a satisfação dos interesses de todos os seus colaboradores e proprietários e para a satisfação de necessidades da sociedade em geral ou de um grupo em particular.
o  O processo de gestão tem por finalidade permitir à empresa alcançar os seus resultados dentro de um conjunto coordenado de diretrizes, para atingir as metas e objetivos explicitados na declaração de visão empresarial. O processo de gestão não se limita ao planejamento (estratégico operacional e programação); inicia-se a partir dele e incorpora todas as etapas da execução das atividades, bem como do controle (antecedentes e posteriores) da execução das atividades.
      • Por processo entende-se a sucessão de estados de um sistema, que possibilita a transformação das entradas do sistema nas saídas objetivas pelo mesmo sistema.

·      CARACTERÍSTICAS DO GESTOR:
o   Entende-se como características do gestor: suas funções, habilidades e competências.
o   As diversas especialidades humanas – do conhecimento humano dentro da empresa – são aglutinadas em setores, departamentos ou áreas, que denominamos genericamente por atividades. Assim, o capital é o elemento necessário para unir os processos ou atividades transformadoras do produto ou serviço. Estas atividades são coordenadas por um responsável, denominado gestor.
  • As organizações têm sido comparadas ora a um organismo vivo, composto de sistemas, ora a uma máquina, composta de peças e engrenagens. Outras comparações surgiram, mas todas elas são insuficientes para explicar a complexidade que é uma empresa. Ela é composta de pessoas, de equipamentos, de estruturas físicas, de interesses variados, de parcerias e muitos outros fatores. A gestão de um negócio não se resume aos aspectos financeiros ou aos mercadológicos, mas à busca permanente do equilíbrio de forças e de interesses de seus componentes.
  • OS SUBSISTEMAS DO SISTEMA EMPRESA:
    • O sistema empresa é um dos sistemas mais complexos e a sua divisão em subsistemas pode ser enfocada de várias maneiras. Subsistemas do sistema empresa:
      • Subsistema institucional – compreende a definição da missão da empresa e as convicções de seus empreendedores, traduzidas de suas crenças e valores. Da missão, crenças e valores, a empresa define o seu modelo de gestão. O modelo de gestão é caracterizado como um subsistema do sistema institucional, correspondendo a um conjunto de normas e princípios que devem orientar os gestores na escolha das melhores alternativas para levar a empresa a cumprir sua missão com eficácia, e que assegurem o seguinte:
·           A redução do risco do empreendimento no cumprimento da missão e a busca do melhor em todos os sentidos.
·           O estabelecimento de uma estrutura adequada de operação.
·           A orientação geral dos esforços no sentido de uma atitude construtiva (filosofia de trabalho).
·           Adoção de um clima motivador e o engajamento de todos em torno dos objetivos da empresa.
·           Aferição constante = verificação, controle e acerto de rumo.
·           Conhecimento do comportamento das variáveis externas e internas, suas tendências e avaliação de planos alternativos.
·           Desenvolvimento da visão geral da empresa e organização do planejamento, através da observação e estabelecimento dos aspectos a seguir:
o    Declaração de valores – conjunto de crenças e princípios que orientam as atividades e operações de uma empresa.
o    Declaração de visão – conjunto preciso e elaborado de palavras que anunciam para onde a empresa está caminhando ou onde quer chegar.
o    Declaração de missão – visa comunicar interna e externamente o propósito da organização e do seu negócio.
o    As metas – correspondem ao itinerário básico para chegar ao destino que a empresa deseja. São resultados abrangentes. As metas devem criar um elo indissociável entre as ações da empresa e a sua missão.
o    Os objetivos – são declarações específicas que se relacionam diretamente a uma determinada meta. São associados a números e datas
      • Subsistema de gestão – é onde as decisões são tomadas. Nele se encontram o processo de gestão e as atividades de planejamento, execução e controle. Conjunto de procedimentos e diretrizes componentes:
        • Análise do ambiente.
        • Elaboração do planejamento (estratégico e operacional).
        • Elaboração das diretrizes e políticas.
        • Elaboração do plano operacional.
        • Execução das operações e transações.
        • Controle.
        • Ações corretivas.
      • Subsistema formal – corresponde à estrutura administrativa da empresa, de autoridades e responsabilidades.
      • Subsistema social – compreende os indivíduos que fazem parte do sistema empresa (necessidades individuais, motivação, liderança, treinamento, etc).
      • Subsistema de informação – compreende todo o conjunto de necessidades informacionais para a gestão empresarial. Há tanta relevância na questão da informação que normalmente são criadas atividades específicas para administração de grande parte deste subsistema.
      • Subsistema físico-operacional – compreende as instalações físicas e os equipamentos do sistema empresa, é o local no qual as transações são executadas e os eventos econômicos acontecem. Fundamentalmente ligado aos produtos e serviços produzidos pela empresa.